Cão surdo e quase cego resgata menina desaparecida

 

Max, um cachorro surdo e parcialmente cego de 17 anos de idade, tornou-se, de forma honorária, um cão policial no estado de Queensland, na Austrália.

A honraria foi dada por conta da lealdade do cãozinho, que ficou ao lado de sua dona, Aurora, de apenas três anos, durante todo o período em que ficou desaparecida após sair para caminhar nas proximidades de sua casa.

“Bom garoto, Max! Ele ficou com sua humana de três anos que havia se perdido perto de Warwick na noite passada enquanto nós buscávamos freneticamente por ela. Por mantê-la a salvo, você é agora um cão honorário da polícia”, escreveu o perfil da polícia de Queensland no Twitter.

De acordo com o site australiano ABC News, a garotinha chamada Aurora foi dada como desaparecida por volta das 15h de sexta-feira, 20. No dia seguinte, mais de uma centena de voluntários, policiais e agentes públicos buscaram a pequena até encontrá-la ao lado de Max, às 8h.

 Kelly Benston, companheira de Leisa Bennett, avó de Aurora, disse que o cão foi encontrado primeiro, e, em seguida, ele levou-os até a menina.
fonte: O Tempo